Skip to content

Sexulinária inglesa

setembro 18, 2007

Dizem os franceses (notadamente Obelix, o gaulês) que a culinária inglesa é a mais broxante que há sobre a face da Terra. Outros maledicentes costumam também mencionar que a estupenda variedade de vegetais que os ingleses apreciam (a batata) é consumida em múltiplas e variadas combinações com uma infinita gama de temperos (a manteiga), produzindo uma culinária única, com sabor de batata com manteiga. Não posso dar certeza de nada disso pois, que me lembre, a coisa mais inglesa que “comi” foi chá com leite num navio da Royal Mail Lines nos idos de 1964, o ano que teve sabor de vela apagada.

No entanto, é preciso dizer que há controvérsias, e a maior responsável por elas é Nigella Lawson, a bem fornida senhora que exibe seus English Muffins na foto ao lado. Como este blog ainda está em fase de apresentações, apresento-a a quem não a conhece, até porque ela ajuda — ai, como ajuda! — a confirmar minhas teorias.

Na primeira vez que a vi num programa do canal GNT, confesso, não entendi por que uma mulher com sotaque tão britânico podia cozinhar tão bem e tão… como dizer?… apaixonadamente. Na ocasião, Nigella preparava um brownie enquanto assava uma torta de frutas. Ia narrando o que fazia, lambia os dedos, lubrificava as travessas, felava uma colher de pau, acariciava o saco de chocolate, suspirava e gemia de paixão enquanto apertava uma barra de manteiga por entre os dedos. Ou era tudo imaginação minha, não posso garantir.

Nigella inaugurou um novo estilo de programa culinário e, para isso, deve ter tido apoio de algum executivo muito inteligente de sua emissora, porque na visão embaçada dos nossos, o programa tinha tudo para dar com os burros n’água. Primeiro, Nigella é mulher. Qual telespectadora se interessaria por assistir a uma mulher ensinando-a a fazer bolinhos e creminhos? Segundo, ainda mais uma bruta mulher como essa! Seu rosto bonito e a expressão safada — itens muito bem explorados pela direção do programa, que grava quase tudo em close — chamam mais a atenção do que o que ela efetivamente prepara. Perceberam-lhe o potencial e, para equilibrar a testosterona, alguém se lembrou de — ocasionalmente — chamar as crianças para dar um ar — eu disse ocasionalmente — maternal ao programa. Só era preciso mesmo encontrar quem fosse suficientemente sensível e inteligente para perceber que essa mulher cozinhando é pura sacanagem e — por isso — sucesso garantido. E é bom descobrir por aí que não estou sozinho. Mas ela diz que não é bem assim. Sei. Não é à toa que estão chamando o estilo de Food Porn.

Bom mesmo é perceber que, numa avaliação que considere os atuais padrões de “beleza” (entre aspas por motivos óbvios), a moça tem tudo errado: mais de trinta anos (cuíca 40)*, mais de setenta quilos, mais de um metro de bunda, e ainda beira isso de peitos. Mas não deve ter sido difícil alguém perceber que Nigella é, com perdão da má palavra, um bucetão. E que ainda cozinha! E lambe os dedos!

É por isso que trago Nigella à mesa como a comprovação de minhas teorias. E para quem nunca a viu em ação, mostro um clipe escolhido a dedo: Nigella preparando um chocolatinho quente, coisinha prosaica para tomar antes de dormir. Os marmanjos, por favor, não babem no teclado na parte que ela diz que gosta de rum.

Tá, primeiro assista, e depois me diga que eu sou doente.

 

(*) Fui conferir depois. Ela é de 1960. Cuíca, nada: a moça tinha mais de 40 quando gravou os tais programas.

 

 

Anúncios
19 Comentários leave one →
  1. setembro 19, 2007 1:11 am

    O chocolate quente mais erótico que já vi sendo feito. A produção do programa é foda… Hehehehe…

  2. setembro 19, 2007 1:38 am

    Sim, todo o jeitão do vídeo é uma coisa sensual, atéo oenquadramento das cenas, a garrafa de leite sendo derramada em close no caneco e tal, finalizando com ela na cama mordiscado o chocolate. E não é vulgar nao. Gostei.

    Hum, vc recebeu um envelope aí?

  3. setembro 19, 2007 1:11 pm

    Lawson?

    Sim, Lawson, claro. Eu devia estar meio atordoado. Culpa dos english muffins da moça.

  4. palpiteira permalink
    setembro 19, 2007 1:12 pm

    Não, vc não é doente. :) Nigella é ótima. Come com prazer, sem a mínima culpa. Quer coisa melhor?

  5. setembro 19, 2007 8:44 pm

    Programa de culinaria eh o que mais tem na programacao de TV britanica, portanto cada programa teve que achar o seu diferencial. Tem a Delia (se fosse um livro, seria algo no estilo “cooking for dummies”) que eh otima, mas se voce jah sabe cozinhar um pouquinho, parece que estah subestimando a inteligencia do telespectador. Tem Jamie Oliver, que usa uma linguagem mais jovem, rapida. Tem os mais tradicionais como o Lloyd e as hilarias “Two Fat Ladies”.

    O sucesso da Nigella deve-se, principalmente, ao fato da mesma nao se ligar a tradicional culinaria britanica (acredite, eles tem pratos tipicos). Sao pratos internacionais com um “twist”, descomplicados (pelo menos na maneira como sao editados) e com o “que” que soh a Nigella tem (nao sei se sao os muffins ou a maneira como ela vai beliscando aqui e ali os ingredientes e lambendo os dedos. O mais novo sucesso dela eh o Nigella Express, onde ela apresenta opcoes super rapidas para refeicoes, lanches e sobremesas. Perfeito para gente como o Branco, que anda sem tempo, para dar uma rapidinha. Na cozinha.

  6. setembro 19, 2007 9:07 pm

    E ela de robe de seda, ainda por cima, toda “confortável” e simpática. Qualquer marmanjo ficaria mesmo babando.
    Eu na verdade gostei da receita, vou fazer em casa. Só duvido que fique algo assim tão provocante; era inédito pra mim, homem achar bonito mulher esquentando a barriga no fogão. Sempre achei meio novela-das-sete a gente ficar se batendo na cozinha. Eu gosto é de comer, cozinhar é outra história.

  7. setembro 19, 2007 9:39 pm

    Hum… bom… acho que esperava mais erotismo… eu é que devo ser a doente aqui… :/

  8. setembro 20, 2007 3:07 am

    Eu amo a NIgela. Ela é oh so hot!, né? & chic!
    Mas devo declarar publicamente, que eu fiquei com-ple-ta-men-te apaixonada por isso aqui!

  9. setembro 20, 2007 11:53 am

    O criado-mudo dela é um frigobar!

  10. setembro 20, 2007 5:31 pm

    Deliciosa

  11. setembro 21, 2007 3:37 pm

    no quesito “hormônio a flor da pele” ( viu que meigo?) prefiro o Jamie Oliver. Também lambe os dedos e cozinha com as mãos. Mexe com as mãos. Estala os dedos e chupa. E mete azeite em tudo. Nossa!! Melhor parar e tomar um banho frio :)

  12. Andrei permalink
    setembro 21, 2007 8:22 pm

    Eita que a mulher é um avião! Uma fartura à italiana como Sofia Loren com a voz da Elizabeth Hurley. Vou aprender a cozinhar e falar inglês ao mesmo tempo…

    Alias, parabéns pelo blog. Muito bom. O teste da feijoada foi repassado para vários amigos, com o link original claro!

  13. Juliana Carregosa permalink
    outubro 9, 2007 12:08 am

    Você é uma figura! Eu amo o jeito dessa mulher cozinhar! Ela faz do comer um prazer quase que sexual, como o deve ser! Cozinha com tesão!
    Achei maravilhoso o seu comentário sobre o “padrão de beleza”, em minha humilde e concordativa opinião: que homem que não gosta de ter onde pegar e de uma bela bunda? E viva a fartura! Rsrsrsrsrs

  14. Nadameu permalink
    outubro 20, 2007 4:04 am

    Agora desafio qualquer um que tenha assistido a este vídeo a citar três ingredientes da receita. Com uma apresentação desta, não dá nem pra prestar atenção nas instruções.

    Ótimo blog, parabéns.

  15. Cândida permalink
    abril 1, 2008 6:46 pm

    Charmosa,fofinha,sexy..meio mãe meio amante,Nigella é a Jocasta que todo Édipo pediu a Zeus…

  16. outubro 16, 2008 7:03 pm

    Nigella é mesmo o máximo.
    Nevão é o maior fã.
    Mas não entendi (lá no outro blog) qual é a do concurso de receitas que vc disse q está promovendo.
    bjs

  17. outubro 27, 2008 1:27 pm

    Nigella é Deus.

Trackbacks

  1. Porque hoje é sábado, Nigella Lawson – Milton Ribeiro
  2. Porque hoje é sábado, Nigella Lawson | Milton Ribeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: